Buscar
  • Concretoleve Arquitetura

Vai abrir clínica de saúde? Leia isso antes de escolher o local

Atualizado: Mai 16



Antes de fazer qualquer investimento para abrir sua clínica de saúde, saiba se você fez a melhor escolha, ao responder as 7 perguntas a seguir!


Não é segredo para nenhum profissional da saúde que cada especialidade tem suas peculiaridades, seja na área médica, odontológica, psicológica, fisioterápica e tantas outras.


E mesmo tão diferentes, existe um fator que é similar entre elas, a escolha do local.


Aqui pretendo te mostrar situações que você deve estar muito atenta, sobre o que deve ser considerado, quando você está a procurando um local para instalar sua clínica de saúde, que é diferente de escolher um terreno para construí-la do zero.

Qual é o primeiro passo para abrir clínica de saúde?


Pois bem, se você pretende começar isso ou se já deu início, pare tudo e responda às 07 perguntas a seguir, para saber se está no caminho certo:


1. Você sentiu dificuldades de acesso, quando foi conhecer o local?

Esteja bem atenta quando agendar uma visita ao local que você gostou.


Analise as rotas que você fez até chegar lá e as outras opções que também são viáveis, o tempo que levou para encontrar um vaga de estacionamento (foi pago ou é numa área livre) e quando encontrou se ainda tinham outras disponíveis.


Pense nas dificuldades e facilidades que você enfrentou, seus pacientes também as passarão.


2. O local oferece uma estrutura que viabilize o funcionamento da clínica?

Se você ainda não fez um planejamento dos serviços que irá oferecer, para responder essa pergunta, essa análise é primordial.


Primeiro enumere os serviços que irá oferecer e depois liste os equipamentos que você deve utilizar.


Em seguida assinale aqueles que exigem condições especiais para seu funcionamento e depois descubra se o local que pretendem abrir a clínica de saúde tem alguma limitação quanto a esses equipamentos.


Caso a resposta seja negativa, analise se existem recursos para resolver isso, será que alterações são viáveis física e financeiramente?


Outro detalhe importante, que vou dar um exemplo, se você precisar aumentar o banheiro, este local permite esta mudança?


É muito comum a falta de um banheiro no tamanho ideal, inviabilizar o funcionamento de uma clínica, então cuidado!


3. O tamanho é o ideal para você?

Agora que você já sabe os serviços que oferecerá, liste quantas pessoas vão colaborar para que este serviço aconteça, por exemplo, outros profissionais, recepcionistas, administradores (se for o caso), entre outros.


Assim você terá uma estimativa de quantos consultórios, salas, banheiros e outras áreas são necessárias.


Ah e pra não ficar só na imaginação de qual o tamanho ideal, te aconselho a ler as normas vigentes, porque você precisará estar no padrão estabelecido para aprovar o funcionamento da clínica.


E claro, deixe uma reserva para as áreas de circulação, sem elas as pessoas não conseguem se deslocar pelo espaço.


Pronto agora você já sabe o tamanho mínimo que precisa para clínica, pode responder se esse local é ideal ou não.


Imagine que seria muito frustrante, não levar isso em consideração e depois descobrir que o espaço escolhido não comporta todos os ambientes que você precisa para receber bem seus pacientes e também atingir a expectativa de retorno financeiro previsto.


4. As pessoas que você pretende receber e atender conseguem acessar o local tranquilamente?

Imagine que seu paciente esteja em condições físicas debilitadas (cadeirante, precise de muletas, gestante em risco…) ele conseguirá circular tranquilamente até chegar a sua clínica?


Veja bem, é muito comum as pessoas considerarem que dentro da clínica é tranquilo, você cria estratégias de acessibilidade e aí todos conseguem circular tranquilamente.


Por outro lado, o que a maioria esquece é que, comumente, existem caminhos a serem percorridos até chegar na sua clinica e que por vezes eles têm limitações que não estão ao seu alcance resolver.


Vou te dar um exemplo, de que adianta acessibilidade na clínica se para chegar nela seu paciente passar um corredor estreito, que um cadeirante não consegue se deslocar? Não faz sentido né, então fique atenta!


Ah isso porque nem mencionei, uma análise sobre a região onde este local está, seu público alvo frequenta esse local tranquilamente. Mas isso será assunto de um outro post.


5. O seu conselho aprovaria uma clínica de saúde neste local?

Já pensou investir seus recursos de tempo e dinheiro num lugar que seu conselho não aprova? Pense nas consequências disso…Muitos passam batido por esse detalhe imprescindível.


Vou te dar um exemplo, vamos supor que sua clínica faz uso de um material que exige um descarte especial, o local escolhido permite isso com facilidade?


E se não permite vale a pena investir ou o ideal é escolher um local que já permite isso facilmente.


Não só esse fator, mas vários que interferem na sua atividade fim, esteja atenta!


6. As burocracias deste local te limitam?

E você deve estar se perguntando, que burocracias?


Não é só o conselho que você responde que deve aprovar o funcionamento da sua clínica, o local que você escolheu também exige aprovações: da prefeitura(em alguns casos), da vigilância (na maioria dos casos), dos bombeiros (em alguns casos) e do condomínio (se for o caso).


E para essas aprovações são necessárias análises e inspeções e elas têm um tempo mínimo para acontecer.


Informe-se sobre esse tempo, se for um lugar muito complicado isso pode levar mais tempo. Fique atenta porque isso pode fazer o seu investimento inicial ser mais alto.


Outro detalhe pouco considerado na escolha do local são as burocracias de obra, quais os horários permitidos para a execução das obras, entregas de materiais e móveis em geral, esse é um fator importante porque pode inviabilizar a abertura da sua clínica num prazo x.


Vou te dar um exemplo, se você escolher o shopping para abrir sua clínica de saúde, esteja ciente que na maioria dos casos, as obras são permitidas apenas a noite.


Em termos mais simples, é provável que se você quiser ele pronto logo precisará de mais mão de obra operando e para trabalharem de madrugada com certeza será um serviço mais caro. Percebe como é importante analisar?


7. Já escolheu seu arquiteto?

Por último e não menos importante, você já definiu o profissional que vai te ajudar nesta jornada?


São muitas coisas para pensar né, por isso você não precisa fazer tudo sozinho nem muito menos deixar para procurar um arquiteto quando já escolheu o seu local, ele pode te ajudar desde o começo.


Entenda que a escolha de um arquiteto, também exige uma análise profunda, opte por uma profissional especialista em ambientes de saúde e interiores.


Além disso, que essa profissional esteja alinhada com os propósitos da sua clínica e que entenda também um assunto muito importante, que já abordei aqui, sobre a humanização dos ambientes de saúde.


Pronto!! Agora você tem respostas positivas para todas as perguntas, você tem o local ideal e está com tudo para dar início a próxima fase, as estratégias para abrir sua clínica de saúde que você não pode esquecer, que será assunto de um outro post, .



Sobre a autora

Ana Paula Medina

Arquiteta especialista em interiores, com atuação em ambientes de saúde.

Acesse: @concretoleve.arquitetura

7 visualizações

CONTATO

(61) 99140-5518

  • wpp
  • insta

© 2017 por Concretoleve Arquitetura.